EUDES FONSECA DOS SANTOS & ADVOGADOS ASSOCIADOS

Controle de Processos

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Notícias

19/01/2021 - 18h38TJMG e Ministério Público unem esforços por projetosAções visam atender egressos do sistema prisional, população em situação de rua e promover conciliações

    Tribunal de Justiça de Minas Gerais e Ministério Público Estadual acertam apoio recíproco a projetos O procurador geral de Justiça do Estado de Minas Gerais, Jarbas Soares Júnior, apresentou na tarde desta terça-feira (19/1) ao superintendente Administrativo Adjunto do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, desembargador José Arthur de Carvalho Pereira Filho, os projetos “Para Além das Prisões” e “Jardim para Borboletas”, capitaneados pelo Ministério Público Estadual (MPE) na cidade de Montes Claros, norte de Minas. O objetivo é obter o apoio da Corte Mineira para expandir os projetos pelo Estado. Ambos pretendem levar trabalho remunerado e cultura para condenados e moradores de rua. O procurador Jarbas Soares disse que ação do Ministério Público, que já conta com o apoio da Prefeitura de Montes Claros, também busca suporte do Tribunal de Justiça e da Prefeitura de Belo Horizonte, além de outros órgãos. “Percebemos que, com a pandemia, moradores de rua estão enfrentando mais dificuldades. Muitos condenados que vão para rua, nos regimes aberto e semiaberto, precisam de trabalho”, observou o procurador. O promotor Paulo César Vicente de Lima, da Coordenadoria de Inclusão e Mobilização Social do Ministério Público Estadual, disse que o objetivo é multiplicar as experiências de sucesso. “Os projetos ‘Para Além das Prisões’ e ‘Jardim das Borboletas’ priorizam levar cultura para pessoas vulneráveis, principalmente condenados e moradores de rua. Em Montes Claros, com o apoio da Prefeitura e de outras empresas, tais pessoas cuidam dos jardins da cidade e são remuneradas, além de serem cadastradas para novos trabalhos”, afirmou o promotor de justiça. A presidente do Núcleo do Voluntariado do TJMG, desembargadora Maria Luíza de Marilac, ressaltou que a parceria com o Ministério Público é de grande importância para a sociedade, especialmente para os mais necessitados. “Hoje colocamos presos nas ruas e eles ficam sem atividades. A cultura e o trabalho servem para resgatar a autoestima e o sonho de serem novamente inseridos na sociedade”, disse a desembargadora. Minas Avante O superintendente Administrativo Adjunto do TJMG, desembargador José Arthur Filho, que representou o presidente Gilson Soares Lemes, no encontro, disse que a Corte Mineira vai abraçar a causa do Ministério Público e ajudar na implementação, não apenas em Belo Horizonte, mas também em comarcas no interior do Estado. Na oportunidade, o desembargador também pediu apoio do Ministério Público para o Projeto Minas Avante, elaborado pelo TJMG. Segundo o superintendente Administrativo Adjunto, o Minas Avante consistirá em um esforço conjunto entre o TJMG, Ministério Público, Governo Estadual, Tribunal de Contas e Advocacia Geral do Estado (AGE) para agilizar a conclusão de processos que envolvem o Estado de Minas Gerais.  “Vamos identificar ações que estão paradas por motivos persos e leva-las até os Centros Judiciários de Solução de Conflito e Cidadania (Cejuscs) para possíveis acordos, viabilizando recebimento de recursos e, consequentemente, promovendo o desenvolvimento do Estado, principalmente, durante a pandemia”, ressaltou o desembargador. Ouça o podcast com os áudios do desembargador José Arthur Filho e do procurador geral de Justiça:   O Programa Minas Avante, de acordo com o desembargador José Arthur Filho, já foi apresentado ao governador Romeu Zema, que aprovou o projeto e já determinou que a AGE identifique as ações que podem ser objeto de conciliação. “Desta forma, os Cejuscs estarão exercendo sua principal função que é a de pacificação social e contribuindo para o desenvolvimento de Minas Gerais”, completou. Participaram da reunião, representando o Tribunal de Justiça de Minas Gerais, o superintendente Administrativo Adjunto, desembargador José Arthur de Carvalho Pereira Filho; a presidente do Núcleo do Voluntariado, desembargadora Maria Luíza de Marilac; e o juiz Sérgio Fernandes. Pelo MPE estiveram na reunião, o procurador Geral de Justiça, Jarbas Soares Filho e os promotores Paulo César Vicente de Lima e Shirley Machado de Oliveira.  Assessoria de Comunicação Institucional – Ascom Tribunal de Justiça de Minas Gerais – TJMG (31) 3306-3920 imprensa@tjmg.jus.br facebook.com/TJMGoficial/ twitter.com/tjmgoficial flickr.com/tjmg_oficial    
19/01/2021 (00:00)
Visitas no site:  1006682
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia